Pra você dar o nome (do post)

Não achava palavras para expressar o que eu sentia. Também estava perdido em meio aos sentimentos. Confuso não, perdido. Nada era real. Tudo me afligia. Pensei em deixar tudo às claras. Escrever tudo o que penso e deixar que descubram apenas no meu sepultamento.

Sua beleza era uma tortura que eu tinha que enfrentar, antes de matar o leão do dia. Sua indecisão também era uma tortura. Todos somos indecisos. Inseguros. Carentes. E eu buscando refúgio perto da tortura era como um masoquismo abstrato. Minha parte incompleta ficaria assim.

Seu semblante era um mistério. Maduro. Feliz. Tenso. Bonito. Indecifrável. Um diário, fechado, guardado num cofre. Nem consigo descobrir o que, de longe, pode ser. Num instante que bem poderia ser eterno, eu  me refugio.

Não quero mais os mesmos sonhos. Não quero prolongar a dor gostosa de uma beleza dolorida, impossível. Não quero trocar o real estável e enfadonho pelo imaginário fértil, desvairado.

Quero acordar bem. Sem viajar pelo entremeio. Sem pesadelos dóceis, lindos, inocentes, talvez negligentes. Sem passagem de volta. Uma escolha sem argumentos. Com fatos. Sem retrovisor.

Não deixar nada atrás da porta. Partir, andar. Tudo vai ficar num lugar especial da memória. Trancado num cofre, como seu semblante. Sem chaves, somente o código que você saberá quando, onde, como e porque abrir.

Não mudarei de nome, não mudarei o endereço, não vou sair sem rumo, como uma bala perdida. Mas não tocarei mais a nossa música.

Se meu erro foi não ter convicção, se minhas certezas viraram dúvidas, se o que eu escrevo não entra em você, então fica aqui o que restou, levo comigo a dor que ficou.

“Essa dor eu não quero pra ninguém no mundo
Imagina só pra você…”

Sobre Rui

Eu sou uma pessoa a ser estudada... e minhas contas google também. Mas Bukowski me entenderia, me apoiaria e diria que estou certo.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s